Vereadores debatem alternativas para prática de wheeling

Os vereadores Policial Madril (PMB), Fernando Hallberg (PPL) e Roberto Parra (PMDB) receberam nesta sexta-feira (27) aqui na Câmara, representantes da prática de wheeling ou stunt – esporte radical praticado por motociclistas envolvendo manobras de risco que exigem força e equilíbrio – para discutir a possibilidade de autorizar o uso de espaços públicos para a prática.

Para Marlon Biancatte e Tiago Ribeiro, que representaram um grupo bastante expressivo de adeptos ao esporte, um dos locais mais apropriados seria o autódromo, por garantir a execução das manobras sem risco para outras pessoas, longe da cidade e seguindo as regras de segurança.

A polêmica surgiu nesta semana, quando os vereadores propuseram um projeto de lei que proíbe estacionar nos canteiros da Avenida Brasil e Praça Luiz Picoli da 00h às 6h da manhã. A principal intenção da proposta é evitar as aglomerações de pessoas, conhecidas na cidade como “bobódromos”.

Hallberg explica que “é preciso criar regras que melhorem a qualidade de vida das pessoas, diminuam as ocorrências de violência e perturbação do sossego, mas é preciso dar voz a todos, inclusive aos praticantes de esportes como o wheeling”.

Os vereadores irão encaminhar à prefeitura questionamentos acerca da utilização do autódromo, regras para cessão do espaço e solicitando ainda o calendário oficial de eventos, para que seja possível organizar um cronograma que atenda a diferentes grupos e garanta espaços de lazer para todos.

Assessoria de Imprensa/CMC


Quer acesso em tempo real a tudo que está acontecendo sobre a COVID-19 em Cascavel?

Entre em nosso grupo de notícias no WhatsAPP!
Entrar no Grupo