Vereadores e Ministério Público criam pacto pela Saúde em Cascavel

Há cerca duas semanas, o vereador Fernando Hallberg divulgou nas suas redes sociais o telefone de plantão do Ministério Público, pedindo para as pessoas com problema no atendimento da saúde pública de Cascavel ligarem para buscar informações sobre seus direitos.

Tal post gerou um problema, pois muitos cascavelenses ligaram no telefone buscando ajuda para serem atendidos ou para garantir um leito hospitalar para um familiar. Na sexta-feira (09), a Promotoria chamou os vereadores para uma reunião para discutir a respeito do problema.

“Nossa intenção era que cada pessoa que estivesse com um familiar internado e esperando por um leito há mais de 72 horas, pudesse garantir este leito via Ministério Público, que poderia ingressar com uma ação na justiça obrigando o Estado a ceder um leito ou contratar na rede privada de saúde”, explica Hallberg. Na opinião do vereador, todo cidadão brasileiro tem o direito a saúde garantido na Constituição Federal e deve poder acionar a justiça quando não tem seu direito respeitado.

O vereador do PPL explica ainda que “não é aceitável se conformar com a situação como está. Precisamos buscar a responsabilização dos gestores pelo sofrimento das pessoas na espera por um leito”.

O Promotor da Saúde de Cascavel, Ângelo Mazucchi Ferreira, fez uma explanação do que aconteceu nos últimos 16 anos em Cascavel na área da Saúde, e com isso será possível aos legisladores analisar o problema de um contexto mais amplo, estudar toda essa informação e propor medidas para buscar uma solução para o problema.

O Ministério Público dispõe de um telefone fixo para atendimento ao público durante o horário comercial, (45) 3226-5500, para responder qualquer dúvida do cidadão e para prestar o atendimento necessário.

[facebook_likebox case_type=”like_box_popup” fbl_id=”8″][/facebook_likebox]



Quer acesso em tempo real a tudo que está acontecendo sobre a COVID-19 em Cascavel?

Entre em nosso grupo de notícias no WhatsAPP!
Entrar no Grupo