“Situação ‘provisória’ das famílias no ginásio é inaceitável”, aponta Hallberg

Em requerimento aprovado nesta semana, o vereador Fernando Hallberg (PPL) questiona qual o prazo final para retirada das famílias do Jardim Gramado que estão alojadas do Ginásio Francisco Pian. O vereador questiona ainda a prefeitura se as casas para onde estas famílias devem ser transferidas já estão prontas e em caso negativo, qual o prazo para a entrega destas residências.

De acordo com o vereador, há hoje pelo menos seis famílias que residiam no Jardim Gramado na área pertencente à empresa Transcontinental e que estão alojadas no Ginásio Francisco Pian no bairro São Cristóvão, desde o dia 4 de maio. “As famílias aguardam há mais de seis meses no interior do ginásio, vivendo em condições que só poderiam ter sido efetivamente ‘temporárias’.  Há idosos, doentes e crianças e não existe a menor estrutura para garantir dignidade para estas pessoas”, declarou Hallberg.

Em uma decisão tornada pública na última quinta-feira (23) a Justiça acatou o pedido do Núcleo Itinerante das Questões Fundiárias e Urbanísticas (NUFURB), da Defensoria Pública do Paraná, e determinou que o município responda em até cinco dias os questionamentos acerca do prazo de entrega das casas e das condições de moradia do local indicado pelo município para receber as famílias, situado no bairro Santa Felicidade.

As famílias ocuparam por cerca de 20 anos a área do Jardim Gramado. Em outubro de 2000, foi proferida uma sentença de reintegração de posse em favor da empresa Transcontinental, dona do imóvel, determinando a retirada das famílias. Em audiência de conciliação realizada em setembro de 2016, a Prefeitura de Cascavel ofertou a área denominada Jardim Veneza para promover o reassentamento das famílias.

Em maio deste ano, a reintegração de posse do Jardim Gramado foi realizada e as famílias foram transferidas para o Ginásio de Esportes Francisco Pian.

Assessoria de Imprensa/CMC



Quer acesso em tempo real a tudo que está acontecendo sobre a COVID-19 em Cascavel?

Entre em nosso grupo de notícias no WhatsAPP!
Entrar no Grupo