Hallberg cobra melhor sinalização e cuidados com Ciro Nardi

O Complexo Esportivo Ciro Nardi, que fica ao lado do Cemitério Central de Cascavel, é um ponto de encontro da população e em especial dos atletas da cidade, que usam o espaço para se preparar para competições, bem como manter o condicionamento físico. O vereador Fernando Hallberg (PDT) recebeu vários pedidos de atletas que estão se sentindo prejudicados devido ao mal-uso do espaço, gerado pela falta de placas que mostrem o que pode e o que não pode, e também pela ausência de “pulso firme” dos guardas patrimoniais do local, que segundo os atletas não interveem em situações necessárias.

Os relatos são os seguintes, há um espaço no Ciro Nardi direcionado ao atletismo, lá existe uma pista única, porém segredada em raias, as da esquerda para maior velocidade e as da direita para menor velocidade, isso pensando no corredor. O local também é direcionado ao salto em distância, hugby, grupos de funcional, futebol dentre tantas outras modalidades. Porém basta ir até o espaço para notar a falta de placas de orientação, impedindo as pessoas de terem acesso as normas de utilização do local, colocando assim em risco os próprios usuários.

Um dos problemas é que várias crianças usam o espaço com bicicletas, principalmente nas primeiras raias, que são as usadas por atletas de corrida em seus treinos intervalados, se o atleta e a criança se encontrarem, pode acontecer um acidente. Outro fato comum relatado pelos atletas é a presença de animais no mesmo local. Como não existem placas informando sobre a proibição, os donos se recusam a retirar seus bichos do espaço. Ainda conforme os usuários do Ciro Nardi, os guardas patrimoniais não fazem nada para manter os códigos do local, alegando a ausência de orientações em placas.

Indo para outro espaço, algumas pessoas costumam tirar a tampa de um bueiro e levá-la para a área de areia, também levam pneu de trator para realizar seus treinos, o problema é que a tampa não é devolvida e o pneu fica no local, devido a isso já houve acidentes.

Outra situação é relacionada ao lixo gerado pelos frequentadores do Ciro Nardi. Os dejetos ficam espalhados pelos locais, principalmente nos fins de semana. As pistas amanhecem repletas de embalagens de alimentos e bebidas. Não há lixeiras em quantidade suficiente para atender a demanda do complexo esportivo.

Isso tudo foi apresentado no ofício n. 662/2019, elaborado pelo gabinete e enviado a Secesp (Secretaria Municipal de Cultura e Esportes) de Cascavel. A pasta respondeu afirmando que vai realizar estudos para instalação das placas e mais lixeiras e que ia orientar os guardas patrimoniais quanto as normas de uso do Ciro Nardi.

Assessoria de Imprensa/Fernando Hallberg

Informativos por e-mail

Inscreva-se em nossa lista de e-mail e receba as ultimas informações sobre a politica de cascavel, além de poder ajudar a decidir o caminho que devemos seguir