Câmara reconhece história de superação de Daniel Vianna, o Cadeirante Voador

Uma trajetória emocionante foi contada na sessão desta terça-feira (21). Os vereadores Pedro Sampaio e Fernando Hallberg realizaram a entrega de votos de louvor e congratulações ao paratleta Daniel Vianna, conhecido como cadeirante voador. “Eu quero me tornar um atleta profissional e participar das Olimpíadas”, assegura Daniel, que hoje treina sem patrocínio ou preparação técnica.

“É muito importante para nós reconhecer, neste espaço em que tantos são homenageados, essa homenagem que nos inspira diariamente e que é um exemplo constante de agradecimento à vida”, afirma Fernando Hallberg. Já o vereador Pedro Sampaio lembrou a simpatia e a alegria do atleta, que frequenta os corredores do Legislativo, mostrando seus troféus contagiando a todos com seu exemplo de superação.

Daniel Vianna nasceu em 23 de setembro de 1975, em Pérola do Oeste. Ele veio para Cascavel ainda criança com a sua família. Aqui ele estudou até a quinta-série e começou a trabalhar com 17 anos em uma fábrica da cidade. Com 32 anos sofreu um acidente de trabalho, enquanto trabalhava em uma indústria plástica, e perdeu a mobilidade do corpo da cintura pata baixo. Daniel residia apenas com a sua mãe, após o acidente ele se aposentou e durante muitos anos pouco saia de casa e não praticava esportes.

Em 2015 o amigo Gelson Valin, que também é cadeirante, convidou Daniel para começar a correr. Marcaram vários treinos na pista de caminhada do Ginásio de Esportes e quando se sentiu confiante Daniel fez a inscrição para a sua primeira prova de corrida de rua na cidade de Palmas, organizada pelo SJ-ISC. A prova foi realizada em 24 de maio de 2015, Daniel percorreu 10 km em sua cadeira de rodas e ganhou a sua primeira medalha, que já veio acompanhada de um troféu. Após a prova Daniel se sentiu vitorioso, emocionado e decidiu nunca mais parar de correr.

Depois desta prova Daniel já participou de mais 70 provas, e já ganhou 43 troféus. A maior distância percorrida por Daniel foi durante a Maratona Internacional de Foz do Iguaçu, prova que ele participou nos anos de 2015, 2016 e 2011 percorrendo 11,5 km. Em todas as edições Daniel se consagrou campeão. Por sua intensa participação em provas de corrida e pelos resultados obtidos, Daniel ficou conhecido como “Cadeirante Voador”.

Daniel tem o sonho de ter uma hand bike, pois atualmente utiliza a sua cadeira de rodas para os treinos e para as provas. Em dezembro deste ano na cidade do Rio de Janeiro, será realizada a seleção de atletas para as Paraolimpíadas de Tóquio em 2020. Daniel sonha com uma vaga olímpica e já conseguiu uma cadeira emprestada com a Secretaria de Esportes para realizar o teste e ganhou as passagens aéreas de uma indústria da cidade.

Assessoria de Imprensa/CMC


Quer acesso em tempo real a tudo que está acontecendo sobre a COVID-19 em Cascavel?

Entre em nosso grupo de notícias no WhatsAPP!
Entrar no Grupo